PÃO DE FUBÁ ESCALDADO VEGANO SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE

1 mês atrás escrito por

Nesta semana aproveite a visita da minha mãe e pedi pra ela me ajudar a fazer uma nova receita de pão vegano, pra ela pão não precisa de ovo e de fato, não precisa mesmo. Eu estava saudosa por um pão de fubá escaldado que minha vó sempre fazia e pedi pra ela qual era a receita original.

Pra nossa alegria a receita era mais simples que eu imaginava e claro que ao invés de usar a farinha de trigo como a receita original pedia combinei a farinha de arroz com o polvilho doce.

Muitas pessoas que moram no interior do Brasil tem dificuldade em achar algumas farinhas sem glúten e reclamam que não encontram a goma xantana em lugar nenhum. Pensando nisto esta receita de pão de fubá escaldado leva farinhas que são mais fáceis de encontrar e também não leva goma xantana.

Receita de pão de milho caseiro feito com fubá escaldado, sem glúten, sem lactose, sem ovo, vegano

TESTANDO A RECEITA DE PÃO DE FUBÁ ESCALDADO PELA PRIMEIRA VEZ

Normalmente eu faço umas duas ou três tentativas para acertar em cheio uma receita de pão, mas dessa vez saiu de primeira! Anotei todos os ingredientes, medi tudo certinho e pensei que tinha sido muito mais fácil do que das outras vezes.

Feliz com o teste decidi testar substituindo a farinha de arroz pela farinha de trigo sarraceno, eu gosto bastante da farinha de trigo sarraceno, ela confere uma viscosidade maior para o pão e o segundo teste ficou perfeito, até um pouco mais macio, mas ficou com menos sabor de pão de fubá escaldado. O trigo sarraceno acabou roubando um pouco a cena e mascarou o sabor do fubá.

Continuava pensando que esta era a receita mais fácil de pão que eu já tinha testado e fui confiante para gravar a receita em vídeo. Usei as mesmas medidas que havia anotado, medi tudo certinho, pensei que como estava usando as mesmas farinhas do teste o resultado seria o mesmo, mas não foi!

Sim, erros acontecem com todo mundo, até comigo que faço muitas receitas de pães sem glúten e sem lactose.

MEU PÃO DE FUBÁ ESCALDADO AFUNDOU NO MEIO

Estava eu muito confiante, feliz com meu pão de fubá escaldado no forno e quando percebi depois de alguns minutos de forno o pão estufou bastante e começou a rachar em cima. Não estava muito preocupara, pois receitas sem glúten e ainda sem a goma xantana isso é comum acontecer. Mas alguns minutos depois meu pão de fubá escaldado começou afundar no centro.

Não tinha muito o que fazer né, agora era esperar assar até o fim e claro, já comecei a separar os ingredientes para regravar a receita. O lado positivo é que muitas pessoas já vieram me perguntar porque a receita de pão delas tinha afundando no centro e dessa vez eu tinha a prova em vídeo de tudo que você não deve fazer! Sim, eu também fico desatenta e acabo cometendo erros que já cometi.

Porque o pão afunda no meio? Descubra todas as dicas para evitar esse erro!

Pão de Fubá Escaldado que afundou no centro

OS PRINCIPAIS MOTIVOS PARA O PÃO AFUNDAR NO MEIO

Como o pão tinha afundado eu comecei a rever as etapas do processo e percebi que tinha feito tudo errado mesmo, mas como eu falei, eu também acabo ficando entretida na cozinha com outras coisas e por isso acabei errando em alguns pontos.

Os principais motivos para qualquer pão afundar no centro são:

  • Excesso de umidade na massa
  • A massa cresceu demais antes de entrar no forno
  • O forno estava muito quente ou não estava preaquecido na temperatura correta
  • Fermento velho ou vencido
  • Não assou tempo suficiente
Porque o pão afunda no meio? Descubra todas as dicas para evitar esse erro!

Comparação entre o pão que deu certo (da esquerda) e pão que afundou no centro (da direita)

PRIMEIRO ERRO:

Eu consegui fazer 3 erros para que o pão afundasse no centro. O primeiro deles foi colocar a mesma quantidade de água que usei no primeiro teste. Eu sei que pode parecer estranho, se eu medi da primeira vez e usei as mesmas farinhas, supostamente deveria ser aquela quantidade de água da primeira vez, pois não é.

Além de cada farinha absorver água de forma diferente o clima e a umidade da sua cidade também interferem na massa do pão. Não só em massas de pão como em todas as massas e é por isso que as vezes mesmo seguindo a receita certinha você acaba com um resultado um pouco diferente do original.

Quando adicionei a água na receita do pão de fubá escaldado eu percebi que a massa tinha ficado um pouco mais mole. Como não tinha feito muitas vezes a receita acreditei que aquele era o ponto certo da massa, mas na verdade era um pouco mais grosso.

Portanto quando você for testar a receita de pão de fubá escalado em casa não adicione toda a água de uma só vez, observe atentamente a textura correta da massa no vídeo e faça a comparação com a sua receita.

SEGUNDO ERRO:

Meu segundo erro foi deixar a massa crescer muito tempo antes de entrar no forno. Esta é realmente uma receita super rápida de pão, ele dobra de volume em aproximadamente 30 minutos. Eu estava fazendo outras coisas na cozinha e quando percebi o pão de fubá escaldado já estava quase transbordando da forma, por isso acabei demorando pra ligar o forno pra preaquecer e com isso o pão continuou crescendo desenfreadamente até que o forno aqueceu.

Toda vez que você usa fermento biológico ele vai continuar liberando os gases da fermentação até que você coloque a massa no forno. Se a massa cresce demais acaba incorporando muito ar dentro da massa e esse ar não tiver a estrutura necessária para permanecer na massa, com certeza o pão vai acabar afundando no centro.

Como esta é uma receita sem glúten e sem a goma xantana a estrutura fica por conta da farinha de arroz e da farinha de fubá, porém nenhuma dessas farinhas apresenta viscosidade suficiente para aprisionar as bolhas de ar.

Como a minha massa estava muito úmida a estrutura já estava prejudicada, combinando tudo isso com o excesso de fermentação da bancada, com certeza o pão tinha muitas chances de afundar no centro, e de fato afundou.

TERCEIRO ERRO:

Mas além de estes dois erros que já estavam caminhando pro fracasso do meu pão de fubá escaldado eu ainda consegui adicionar um erro extra: temperatura do forno muito elevada.

Como no meu primeiro teste estava fazendo a receita com minha mãe acabei não prestando tanta atenção na temperatura do forno que assamos a massa, e por isso acabei seguindo as indicações que estavam escritas no meu forno e ajustei a temperatura para 200º C.

Mas as massas sem glúten assam um pouco diferente das massas com a farinha de trigo, se você exagerar na temperatura a chance ela rachar em cima é grande e é por isso gosto de assar sempre em forno médio (180º C).

Enfim, consegui mesmo fazer 3 erros que podiam ter sido evitados, mas fiquei feliz em documentar o processo para você conseguir perceber os erros, assim quando você for testar a receita não vai precisar passar pelo mesmo que passei.

De qualquer maneira mesmo o pão tendo afundado no centro ele ficou saboroso, e é claro, não foi desperdiçado.

Porque o pão afunda no meio? Descubra todas as dicas para evitar esse erro!

Pão de fubá da esquerda afundou no centro, pão da direita assou corretamente

O SEGREDO PARA ACERTAR DE PRIMEIRA!

Agora que você já sabe tudo que aconteceu de errado no meu pão, você pode evitar estes erros e acertar em cheio. Eu diria que o principal segredo está na quantidade de água, se a massa ficar muito mole ela vai acabar afundando ou até mesmo ficando um pouco abatumada.

Nesta receita você deve escaldar 1 xícara de fubá fino com 1 xícara de água fervente e nesta quantidade de água você não deve mexer. A medida de água variável vai ser a água que você vai acrescentar depois que já tiver adicionado as demais farinhas, ela vai variar entre mais ou menos 1/2 xícara e 3/4 xícara. O segredo está em adicionar aos poucos e dar uma espiada na textura original que aparece no vídeo 😉

Quando a massa fica mais firme, mesmo que ela cresça um pouco demais, ela ainda tem mais estrutura para segurar o ar da fermentação e assim a chance dela afundar é menor.

Outra dica importante é começar a preaquecer o forno no tempo certo. O meu forno preaquece em aproximadamente 15 minutos, portanto quando o pão de fubá escaldado estava crescendo a 15 minutos eu já liguei o forno pra preaquecer, assim quando deu 30 minutos de fermentação e ele tinha dobrado de volume e eu já coloquei-o pra assar.

Receita de pão de milho caseiro simples de preparar e muito barato. É sem ovo, sem glúten, sem leite, vegano e sem soja!

INGREDIENTES PARA O PÃO DE FUBÁ ESCALDADO

  • 1 xícara de fubá fino
  • 1 xícara de água fervida
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo ou qualquer outro açúcar (não pode ser adoçante)
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva ou qualquer outro óleo ou gordura
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 xícara de farinha de arroz
  • 1 xícara de polvilho doce (substitua por araruta)
  • 1/2 colher de sopa de fermento biológico seco instantâneo
  • Aproximadamente 1/2 xícara, 3/4 xícara de água morna

MODO DE PREPARO PÃO DE FUBÁ ESCALDADO

  • Em uma bacia adicione o fubá fino, o açúcar, o azeite, o sal e a água fervida. A água precisa estar em em ebulição quando você derramar sobre os ingredientes. Depois é só misturar bem até formar uma massa lisa.
  • Deixe a mistura de fubá esfriar até ficar morna. É importante esperar este tempo para adicionar as outras farinhas, se você adiciona o fermento biológico em um ambiente muito quente ele morre e aí seu pão não vai crescer.
  • Depois de amornar a mistura de fubá adicione a farinha de arroz, o polvilho doce, o fermento biológico e a água morna aos poucos.
  • A massa não deve ficar muito mole, confira a textura no vídeo para garantir 😉
  • Transfira a massa para uma forma média de pão, minha forma 22 cm de comprimento, 6 cm de altura e 8 cm de largura, se você estiver usando uma forma grande de pão, dobre a receita.
  • Deixe a massa crescer em um cantinho da cozinha. Eu gosto de colocar a massa para crescer dentro do forno micro-ondas desligado.
  • Quando o pão de fubá escaldado estiver crescendo por mais ou menos 15 minutos já preaqueça o forno para que ele atinja a temperatura de 180º C. O pão não pode entrar no forno frio se não ele também pode afundar no centro.
  • Assim que o forno estiver aquecido e seu pão de fubá escaldado tiver dobrado de volume coloque-o para assar por aproximadamente 40-45 minutos. O tempo de cocção vai depender muito do seu forno, ele precisa ficar douradinho e com a casquinha crocante por cima. Ah, e sua casa vai com certeza estar cheirando a pão fresco.
  • Retire o pão da forma assim que conseguir encostar na forma sem se queimar. Deixe esfriar sobre uma grade ou papel toalha. É importante esperar o pão de fubá escaldado esfriar para fatiá-lo, se você cortar ele quente ele pode ficar abatumado.

Receita de Pão de Fubá caseiro simples de preparar, sem glúten, sem lactose e sem ovo! Receita de pão de fubá vegano!

DICAS DE CONSUMO E ARMAZENAMENTO DO PÃO DE FUBÁ ESCALDADO

Por este ser um pão sem glúten e sem ovo ele é um pão menos elástico, ou seja, ele é fofinho exclusivamente pela mistura de polvilho doce com a água e por isso a melhor textura sempre é no primeiro e no segundo dia.

No primeiro dia ele fica macio e com casquinha crocante, no segundo dia ele fica um pouquinho menos macio e a casquinha já não está mais tão crocante.

Já no terceiro dia ele fica um pouco mais ressecado, mas minha sugestão para voltar o frescor é esquentá-lo em uma torradeira, alguns minutos na frigideira antiaderente ou até mesmo colocar por alguns minutos no forno baixo.

Você pode armazená-lo em um saco plástico por até uns 3 dias fora da geladeira ou até uns 7 dias na geladeira. Lembre-se que se você colocar ele na geladeira ele fica mais duro, mas como falei anteriormente para voltar o frescor original é só esquentá-lo.

Receita de pão de fubá escaldado sem glúten super simples de preparar. Pão de milho vegano

COMO CONGELAR O PÃO DE FUBÁ ESCALDADO

Para que dure por até 3 meses você pode fatiá-lo e congelar em sacos plásticos adequados para o freezer.

É importante não sobrepor as fatias, quando sobrepostas elas grudam umas nas outras e fica mais difícil na hora de descongelar.

Aprenda como congelar o pão para que dure até 3 meses!

Como eu já estava enjoada deste pão (comi durante toda a semana os dois primeiros testes) congelei o que deu certo e também o pão que afundou no centro. Agora sempre que estiver com vontade de comer um pão fresco basta descongelar as fatias que vou consumir.

Para descongelar o jeito mais fácil que acho é colocar ele congelado diretamente na torradeira, mas se você não tiver torradeira pode colocar por alguns minutos em forno baixo ou colocar as fatias em uma frigideira e usar uma tampa para abafar o calor. Mantenha o fogo baixo para que as fatias descongelem de dentro pra fora.

Ou ainda se preferir pode descongelar as fatias no micro-ondas. Coloque as fatias sobre um papel toalha e descongele na potência alta por aproximadamente 30 segundos, eu gosto de virar as fatias na metade do tempo para que descongelem de maneira mais parelha.

SUGESTÕES DE CONSUMO DO PÃO DE FUBÁ ESCALDADO

Você sempre pode comer o pão com seu acompanhamento preferido, eu amo pão fresco com manteiga, pra mim não tem nada mais gostoso.

Você pode servir com geleia, melado, pastas e patês. Segue abaixo algumas sugestões de acompanhamento:

Antepasto de berinjela caseiro

Manteiga de amendoim caseira

Manteiga de coco caseira

CONFIRA OUTRAS RECEITAS DE PÃO VEGANO:

Receita de pão vegano rápido e fácil com farinha de arroz, aveia e polvilho doce

Pão vegano rápido, fácil, nutritivo com aveia, amendoim, trigo sarraceno e araruta. Demora apenas 15 minutos para preparar a massa!

Espero que você tenha gostado desta receita de pão de fubá escaldado e se tiver dúvidas ou sugestões é só deixar um comentário abaixo. Não esqueça de quando fizer esta receita em casa bater uma foto e postar nas redes sociais com a #amorpelacomida, eu vou adorar ver e curtir a sua criação.

Ah, e se você ainda não é inscrito no Amor Pela Comida no YouTube inscreva-se e fique sempre por dentro das novidades!

Gostou da receita? Comente usando o Facebook

comentários

Receitas por categorias:
Pães · Receitas Veganas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu Principal